Fotografia Inspirações

08/01

Dia 08/01 se comemora o dia do fotógrafo, e seria uma baita burrice da minha parte deixar essa data passar em branco por aqui. Logo eu, que há mais ou menos 5 anos me dedico a fotografar e a estudar teoria da imagem como se nenhuma outra área fosse o suficiente pra mim, como se nenhuma outra coisa fosse capaz de me encher os olhos. Essa é exatamente a sensação.

Já comentei em um post anterior que ter escolhido a fotografia como profissão me mudou muito, e cada experiência que vivo com a câmera me faz querer mergulhar nesse universo mais e mais. Há alguns anos atrás, eu jamais me imaginaria como fotógrafa e muito menos como aspirante à professora da área, mas hoje (e eu não sei dizer como e nem porquê), é isso que me motiva a levantar da cama todos os dias. Pode até parecer exagero falar dessa forma e tal, mas a vida só funciona quando você tem algo pra lutar, quando você tem um sonho pra correr atrás. Sem isso somos completamente inertes e vegetativos, não é mesmo?

Quanto ao “ser fotógrafo”, eu gostaria que muitos profissionais (principalmente da minha região) passassem a enxergar a fotografia não apenas como um meio de vida rentável, mas também como algo de alto valor histórico, algo que parte da premissa de “paralisia do tempo e recorte da realidade.” Fotografar é muito mais do que parece ser e envolve muito mais detalhes do que estamos acostumados a pensar, e por isso eu digo que o dia de hoje é muito mais do que especial. Especial não somente pra quem fotografa, mas também pra quem aprecia, porque a imagem fotográfica faz exatamente isso: conecta vários olhares por meio de um só.

Feliz dia do fotógrafo! 🙂

Imagem em destaque: Vivian Maier, Autorretrato.
Fonte: www.vivianmaier.com